PEDI E RECEBEREIS*

Quantas vezes somos tentados a apanhar Jesus pela palavra. Procurando e pedindo, mas no final sentimos que nossas súplicas não foram ouvidas. Isso acontece a todos nós em nossa vida de oração e pode nos deixar um sentimento confuso e desencorajador.

Tomando o valor significativo, soa como se Jesus estivesse dizendo que a oração não é uma maquina automática. Você coloca um pedido e sai uma resposta. Na verdade Jesus está ensinando o tipo de pai que temos no céu. Ele não nos deseja dar a coisa errada, e nem pendurados sem esperança. Porque nos conhece muito mais do que nós mesmos , ele também sabe o que realmente necessitamos – até mesmo o que realmente desejamos.

Isto não significa que não devemos mais rezar, ou devemos parar de pedir pelas coisas que desejamos. Nosso Pai celeste adora quando o procuramos, mesmo se nossas preces são de alguma forma de horizonte curto ou às vezes mal dirigidas.

Quando quer que rezemos. Estamos nos colocando em sua presença e ele fica mais do que feliz em nos atender imediatamente, não só naquilo que pedimos.

Existe mais na oração do que simplesmente receber.

Podemos fazer muitas orações durante o dia e na verdade não ter rezado um só minuto, porque rezar significa estabelecer um relacionamento íntimo, pessoal com Deus. Ele se instaura quando conseguimos cumprir a sua escolha em primeiro lugar e quando respondemos ao seu olhar de amor – é o abandonar-se totalmente nele.

Portanto a oração é o momento no qual saímos do mundo que nos circunda, embora permanecendo nele, momento no qual, finalmente voltamos para casa do nosso verdadeiro mundo, o mundo da Trindade, por isso rezar é o momento mais belo do nosso dia, onde no nosso silencio interior, escutamos a Deus que nos fala com voz sutil e nos ajuda a afrontar cristãmente a realidade concreta de todos os dias, com a suas atribulações, se cansaço físico e nervoso, com todos os problemas.

Jesus nos convi8da para continuarmos pedindo, procurando e batendo. Deseja suprir nossas necessidades, mas deseja também que estabeleçamos um relacionamento com Ele Está nos dizendo para rezar com a firmeza, a teimosia, até mesmo com a persistência incontrolavel. Ao assim procedermos, e quando pedirmos por coisas que são as mais importantes para Deus, verificaremos que nos tornamos mais justos exatamente como Jesus.

*Lc,9

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: